terça-feira, 28 de setembro de 2010

Abraça-me - David Quinlan e Heloísa Rosa


Ouvi uma música falando sobre ser como criança e fiquei meditando, relembrei minha infância e de como certas coisas pareciam ser tão simples, sem complicações, era como se vivesse em outra dimensão, um lugar muito diferente do mundo onde eu realmente estava inserida!

E agora compreendo melhor o que exatamente significa ser como criança, não é apenas o fato da inocência, mas a realidade de viver em uma outra atmosfera, aquela onde o impossível não existe e que os sonhos são realidade, onde tudo é novo e sublime, onde impera a simplicidade, o amor e a dependência do PAI!
Ser criança é ter a esperança de um futuro, de olhar a vida com olhos curiosos, esperando por um amanhã! É não ter pressa, nem viver sufocado, ser humilde e não guardar rancor!
É pular de alegria, só porque na rua está um sol lindo para brincar e se por acaso chuver, ficar contente porque pode tomar um banho de chuva sem ter medo de ficar doente!
É não ter vergonha de dizer que não sabe ou que não conhece, é ficar empolgado porque descobriu algo novo, é não ter medo de errar, mas se errar, não ter receio de corrigir!
É viver com o coração transbordante, confiante, porque lá dentro o amor do Pai é real!
É SER TOTALMENTE DEPENDENTE DOS CUIDADOS DO PAI! E EU QUERO SER ASSIM, COMO CRIANÇA, DEPENDENDO DO MEU PAPAI!
TE AMO MEU DEUS, MEU SENHOR, MEU PAI!
“Em verdade vos digo: Quem não receber o reino de Deus como uma criança de maneira nenhuma entrará nele.” Marcos 10:15

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Tu tens me dado

Em cada dia, um novo amanhecer.
Em cada alegria, mais vontade de viver.
Em cada sonho, mais motivo pra avançar.
Em cada desafio, a coragem de conquistar.
Em cada luta, a força pra vencer.
Em cada prova, oportunidade de crescer.
Em cada vitória, humildade e gratidão.

Em cada instante, certeza de salvação.
Em cada noite, a esperança da manhã.
Em cada crise, a verdadeira fé cristã.
Em cada choro, o consolo da tua mão.
Em cada perda, a confiança da tua direção.
Em cada decisão, sabedoria pra escolher.
Em cada situação, discernimento pra te ver.
Em cada medo, ousadia e superação.

Em cada tristeza, motivos de adoração.
Em cada olhar, a expressão do teu amor.
Em cada frio, uma chama de calor.
Em cada resposta, obediência pra te ouvir.
Em cada momento, sensibilidade pra te sentir.
Em cada treva, possibilidade de brilhar.
Em cada perdido, a missão de evangelizar.
Em cada segundo, disposição pra me doar.

Tu tens me dado... e eu preciso mais e mais...
Por toda a vida, em tudo quero te exaltar.

Melhor o dar do que receber....

Estou Vivendo dias de revelações em meu ministério, quando a alegria em dar, supera a do receber, e estou ganhando o entendimento que a contribuição do cristão é uma forma de corresponder com gratidão, ao maior “ato de dar” que a humanidade já conheceu. Encontramos a explicação clara, à luz da Palavra, pois o primeiro doador foi Deus, que a Si próprio se ofereceu na pessoa de Jesus.

O “ato de dar” é uma natureza do generoso; e estudando um pouco sobre o significado de generosidade, encontramos: nobreza no proceder, caráter, grandeza de alma, liberalidade, magnanimidade. Embora não existam coincidências, lembramos logo do nosso mestre Jesus – ele mesmo diz: “Mas bem-aventurada coisa é dar do que receber”. A verdadeira caridade , não é uma questão de imposição, podemos comprovar isso quando contribuímos com altruísmo e liberalidade. Certo autor a isto se referiu na seguinte forma: “Quanto mais quebro meu orgulho e meu ego, mais alegria tenho na vida. Às vezes sinto uma alegria tão absolutamente indescritível quando me dou aos outros, que egoisticamente fico querendo servir mais”.


“Jesus tinha todas as habilidades, mas uma ele não tinha. A de separar o espiritual do social”. (Kelvin Silva)“Pois o Senhor, Deus das recompensas, certamente lhe retribuirá.” (Ez 51.56b.)
Eis-me aqui senhor... ensina-me a cada dia doar mais...amor, caráter,conhecimento, meus dons e talentos,quero doar minha coragem, entusiasmo,minha alegria,minhas habilidades intelectuais ou espirituais eu quero ser usada pelo senhor...
abraços
fiquem na paz... 

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Deus abre e fecha portas..



Construir a arca não foi fácil. O mínimo que Noé teve que agüentar foi a zombaria dos vizinhos. Todos os que viam aquele barco desmesurado concordavam que o velho patriarca perdera o juízo. Apesar de todos os pesares, entretanto, a arca foi completada e os animais foram alojados, juntamente com todos os familiares de Noé. Foi aí que alguém perguntou: "e a porta da arca? Como é que ela vai ser fechada?"

De repente, correndo nos seus trilhos, a porta foi fechada. Foi quando todos, aliviados, constataram que a porta fora fechada por fora. E certamente pelo Senhor. Até hoje, antes de fechar a porta que nos protege dos perigos que vêm de fora, o Senhor espera que entremos pela porta aberta da arca da segurança. E é tudo pela fé. Quando a arca nos envergonha e deixamos de confiar no projeto do Senhor, nem portas são abertas, nem portas são fechadas. Confiemos no Senhor e nas suas portas. Ele sabe qual abrir. Ele sabe qual fechar.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

vocÊ é um seguidor ou um discípulo?

→ O seguidor espera pães e peixe; o discípulo é um pescador.
→ O seguidor luta por crescer; o discípulo luta por reproduzir-se.
→ O seguidor se ganha; o discípulo se faz.
→ O seguidor gosta do afago; o discípulo gosta do serviço e do sacrifício.
→ O seguidor entrega parte dos seus desejos; o discípulo entrega sua vida.
→ O seguidor ouve a palavra e a guarda no coração, o discípulo leva esta palavra aos aflitos;
→ O seguidor espera que lhe apontem a tarefa; o discípulo é solicito em tomar a responsabilidade.
→ O seguidor quase sempre murmura e reclama; o discípulo obedece e nega a si mesmo.
→ O seguidor reclama que o visitem; o discípulo visita.
→ O seguidor conhece a Bíblia de capa a capa, o discípulo conhece e pratica o que sabe;
→ O seguidor pratica a caridade, o discípulo pratica o mais puro amor, o amor de Deus;
→ O seguidor sonha com a igreja ideal; o discípulo se entrega para fazer a igreja real.
→ O seguidor diz: Que bonito!; o discípulo diz: Eis-me aqui.
→ O seguidor aponta o dedo e mostra as pessoas para Deus, o discípulo mostra Deus às pessoas;
→ O seguidor espera por um avivamento na igreja; o discípulo é parte do avivamento.
→ O seguidor é condicionado pelas circunstâncias; o discípulo as aproveita para exercitar sua fé.
→ O seguidor vale porque soma; o discípulo vale porque multiplica.
→ O seguidor é importante; o discípulo é indispensável

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

SONHOS DE DEUS





"Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou no coração do homem, o que Deus tem preparado para aqueles que o amam.” I Co 2: 9





Nós somos a realização do coração de Deus!


Deus tem sonhos tremendos reservados em seu coração para nós, para este tempo precioso em que vivemos. Mas que tempo é este? Tempo de despertamento espiritual, tempo de avivamento, tempo de a Igreja do Senhor Jesus se levantar para preparar a Terra para volta de Jesus.

Para que estes sonhos tenham vida e frutifiquem, Ele precisa de instrumentos que se disponham a serem usados para trazê-los ao mundo. Ou seja, Deus está procurando “úteros espirituais” para conceber, gerar, dar a luz e cuidar dos sonhos de Seu coração. É uma palavra forte eu sei. Ouvi essa mensagem outro dia e pensei : “Útero espiritual? Eu? Que loucura!” rs

Palavras como essa parecem mesmo loucura. Mas são loucuras de Deus.


É preciso que entendamos que não somos deste mundo. Como filhos eleitos de Deus, nós somos sim cidadãos do céu. Somos seres espirituais e não carnais. Nós somos um espírito, temos uma alma e habitamos num corpo. Isso precisa ficar claro dentro de nós. E para compreender as coisas de Deus, precisamos pensar “no espírito” e não na carne. As coisas do Senhor, Seus mistérios só se discernem espiritualmente (I Co 2:14).


Quero hoje lhe fazer uma pergunta: Qual o seu maior sonho? Ou melhor, quais são os seus sonhos?

Bem em seu interior, talvez você responda que seu sonho é se casar, comprar uma casa, comprar um carro, ter seu próprio negócio, fazer uma faculdade, conseguir um bom emprego. Ou talvez, quem sabe o seu sonho seja gravar um CD, escrever um livro, ver sua igreja crescer e se avivar, a salvação de sua família ou de um ente querido em especial. Vou além: seu sonho pode ser algo muito simples aos olhos humanos, porém grandes aos olhos espirituais, como conhecer a Deus na Sua intimidade, por exemplo.

Não importa qual seja seu sonho, o que realmente importa é se, verdadeiramente, este sonho vem do coração de Deus para sua vida.


Se assim não for, eu lhe digo por experiência própria: Não vale a pena sonhar.


Sonhos humanos nos roubam tempo, dedicação e custam lagrimas que só vão produzir frustração e tristeza. Somente a realização de um sonho de Deus pode trazer alegria verdadeira ao coração de um adorador, como eu e você.


Se o seu sonho é desejo pleno de Deus, então, “contraditoriamente” quero lhe informar que ele não é seu. Ele pertence ao Senhor e você é um instrumento que Ele deseja usar para dar vida ao sonho.


Precisamos entender que os sonhos de Deus, somente a Ele pertencem. Nós não passamos de instrumentos para a manifestação da glória do Pai através da realização deles.


Hoje eu vejo claramente que o processo de realização de um sonho é mesmo, semelhante a uma gravidez.


Um sonho, é mesmo um filho. Um sonho de Deus, é um filho espiritual. Por isso se você deseja viver a alegria de contemplar a fidelidade do Senhor neste aspecto, o que você precisa fazer, antes de qualquer coisa é conceber este “filho”.


Ou seja, você precisa se “engravidar” do sonho de Deus!!! Entende?rs


Porém, antes de qualquer coisa, quero dizer algo que por mais pesado que possa soar, é a mais pura verdade.


Nós que estamos em Cristo, fomos crucificados com Ele e morremos para nós mesmos. Não mais vivo eu, e sim Cristo vive em mim (Gl 2:20).


Por isso seu coração não pode inundar-se dos sonhos de Deus, se estiverem cheios de projetos puramente seus, humanos e carnais. Um útero não pode conceber um filho, se já carregar um outro.

A verdade de Deus é clara. Precisamos “abortar” os nossos próprios sonhos , limpar o nosso “útero espiritual” e estarmos prontos para conceber.


Este é o primeiro passo!


Conceber, assim como Ana (I Sm 1:9-20) que, em oração, creu em Seu Deus e já levantou-se grávida pela fé do filho a quem tanto ansiava ter.

Conceber é ouvir a promessa do Senhor, crer nela e tomar posse!!!