terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Relacionamentos descartáveis


Gostaria de compartilhar com você algo que há algumas semanas vem queimando meu coração.
Vivemos atualmente num mundo onde pouco se valoriza a vida, onde pouco se valoriza o amor. Um mundo onde se fala muito sobre paz, mas pouco se respeita. Alguns têm tentado comprar e barganhar o amor. Outros praticam boas obras esperando receber algo em troca. Ainda há aqueles que são capazes de sorrir, quando dentro do coração, o que reina, é o ódio e a falta de perdão.
No entanto, neste artigo, não quero atuar numa linha geral de pensamento. Quero atuar na sua linha. Meu objetivo é fazer você pensar sobre como tem atuado nos seus relacionamentos. Seus relacionamentos são reais ou descartáveis?
Não sei quanto a você, mas até pouco tempo atrás eu tinha um sério problema quanto a me relacionar com pessoas que não pensassem como eu, que não escutassem as mesmas músicas que escuto, que não se relacionassem com Deus como eu me relaciono, que não agiam como eu gostaria que agissem, que não falassem como eu falo, e mais, que não se vestissem “corretamente” ao meu modo de ver, ou mesmo que possuíssem dificuldades (pecados, problemas, etc…) que eu não possuo.
Na verdade, o que existia em meu coração era uma “forma” (pizza ou bolo). Esta forma delineava meus relacionamentos e meus pensamentos. Ela me dava os parâmetros do que era certo ou errado, e saiba, eu “nunca” poderia estar errado, porque esta forma era tão linda e tão vistosa que eu “jamais” poderia ter errado ao construí-la. Acredite! – até Deus entrou na minha forma. Qualquer informação visual ou auditiva que recebesse, se não passasse pelos parâmetros da forma, logo seria descartado porque, certamente, estaria ERRADO!
Ledo engano, caros amigos. Com o passar do tempo, descobri que estava cometendo um grande erro. Descobri que pessoas são diferentes umas das outras e que estas pessoas necessitam de coisas diferentes para poderem se desenvolver. Descobri que todas as pessoas têm virtudes e também erros, porém, os erros delas não são “muito” diferentes dos meus, – o que muda, é somente o nome. Descobri que pessoas têm escolhas, e devo, necessariamente, respeitar suas escolhas. Descobri que uma palavra de ânimo pode tirar uma pessoa do “fundo do poço”. Descobri que mais vale um abraço do que muitas palavras. Descobri que o ser é mais importante do que fazer. Descobri que o estilo de vestir, não revela o coração. Descobri que o modo de falar, não muda o que a pessoa é. Descobri que o amor pode ser refletido através do respeito. Descobri que Deus, que é o princípio e o fim, o alfa e o ômega, não pode ser colocado dentro da minha forma, simplesmente, porque é Deus. – Ele age como quiser, com quem Ele quiser, da forma que Ele quiser e quando Ele quiser.
Com a forma, só é possível construir relacionamentos artificiais e descartáveis, isto é: você só serve para ser meu amigo ou andar comigo até que respeite os parâmetros da minha forma. Qualquer tipo de experiência ou informação que você tenha, que eu nunca tenha tido, é porque: você está errado! ou é mentira!
Para algumas pessoas, apenas reformar a forma já será o bastante para que possam viver melhor. Para outras, talvez seja necessário abandonar a de “ouro” inerrante e recomeçar utilizando uma de barro. Penso que o barro proporcionará uma maior flexibilidade em receber um toque especial do Oleiro.
Então você me pergunta: Como descobriu isso? – Em resposta digo: olhando para vida terrena de Jesus. Jesus amou ardentemente as pessoas. Mais do que apenas ter o sentimento de amor, ele se importou com elas. Jesus mudou a vida de uma mulher adúltera. Transformou a vida de uma mulher samaritana. Restaurou a vida de um cobrador de impostos e por onde passava, pessoas eram impactadas pelo seu carinho, pelo seu amor e pela sua compaixão. Os relacionamentos que Jesus criava eram todos reais.
Que nós possamos aprender a criar relacionamentos reais. Que possamos respeitar as pessoas pelo seu próprio estilo pessoal. Que nossa forma possa estar em constante atualização. Que Deus nos capacite a observarmos mais as virtudes do que os defeitos do próximo e, principalmente, que possamos, por meio do nosso testemunho, impactar outras vidas.
Pense nisso e tenha relacionamentos reais e saudáveis.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Decidi, não vou desistir !





Quando te acontece algo que você não gosta, ou não quer lidar com aquilo, a primeira coisa que você sempre pensa, é desistir, largar de mão, ou simplismente morrer. Desde um problema simples, como uma briga ou discussão, até um problema grave de vida ou morte, os pensamentos que aparecem, são os de uma pessoa derrotada, quando você está querendo desistir da sua vida, dos seus familiares, dos seus amigos e do mais importante, do amor de Deus.

Quando uma pessoa não tem a direção de Deus, ela não sabe que tudo pode melhorar, que se ela entregar nas mãos do Pai, e pedir com fervor e adoração, se humilhar na sua presença, com seu coração aberto, ele transforma a vida dela, de uma tal maneira, que chega ser inacreditavel. Quando eu era pequena, eu escutava muito um corinho, que pode ser uma musiquinha pra pessoas que não entendem da palavra, mais para muitos é uma canção divina.

" Se as águas, do mar da vida, quiserem te afogar, segura na mão de Deus e vai.

Se as tristezas dessa vida, quiserem te sufocar, segura na mão de Deus e vai.

Segura na mão de Deus, segura na mão de Deus, pois ela, ela ti sustentará, não temas, segue adiante e não olhe para trás, segura na mão de Deus e vai.

Se a jornada é pesada, e te cansa a caminhada, segura na mão de Deus e vai !

O Espirito do Senhor, sempre nos conduzirá, segura na mão de Deus e vai.

Jesus Cristo prometeu, e jamais nos deixará, segura na mão de Deus e vai "


- Simplesmente esqueça que você está sozinho, pois você não está, Deus está contigo, e jamais te deixara, peça a ele que te ajude com os seus problemas, que te dê forças pra aguentar a caminhada, porque a vida, ele nos deu, e ele nos tira.

Deus nunca dará um fardo que seus filhos não aguente, e se você está passando por uma prova, passe por ela dando glória Deus !

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Ele escolheu ser como nós

Imagine que a notícia mais comentada do jornal de hoje fosse a "bomba" do século XXI: Carlos Slim Helu (considerado o homem mais rico do mundo) escolheu abrir mão de , todo o dinheiro que tinha, o conforto da belíssima mansão que morava e tudo que tinha feito durante a vida para chegar aonde chegou, para simplismente viver como um homem comum. Andar com homens mal vestidos, pessoas com doenças contagiosas, ladrões, mulheres prostitutas, e todo tipo de pessoa que o mundo não considera importante. Imaginou o escândalo?? A indignação de milhares de pessoas que desejariam estar no lugar dele, e ele simplismente abrir mão de tudo? E, mais do que isso, por motivos que não parecem ter o menor sentido. Afinal, se você tem todo o poder em suas mãos, e pode ter tudo o que quiser, para quê se importar com quem nunca teve essa oportunidade? Por mais que pareça, não, isso não é conto de fadas nem um mundo muito longe daqui. Isso realmente aconteceu. Mas não foi com Carlos Slim. Foi com alguém muito mais poderoso e que tinha poderes e confortos muito maiores do que ele ou qualquer outro homem que venha a ocupar o cargo de mais rico do mundo possa alcançar. E o mais incrível é que não houve escândalo algum ou noticias espalhadas em todo lugar. Muito pelo contrário, muitas pessoas são indiferentes à essa noticia. E esse homem foi Deus. Mais do que uma mansão avaliada por bilhões de dólares, ele abriu mão de ruas de ouro. Mais do que uma BMw ou qual seja o carro que muitos sonham em ter um dia, ele abriu mão do trono celestial. Mais do que o lugar mais bonito do mundo, ele abriu mão de onde a paz reina, onde não há iniquidades, enfermidades ou ambição. Mais do que ser o homem mais influente do mundo somente por ter muito dinheiro, Ele era quem fazia o sol parar e o vento cessar, quem mandava chuvas ou calor. Ele podia influenciar tudo e qualquer coisa. Mas Ele abriu mão de tudo isso, somente para ter a nossa amizade. Ele entregou o seu único filho à morte, por pessoas que ninguém percebe a presença e não vê nenhum valor. Ele sabia que para ter a paz verdadeira, eu e você hoje precisávamos experimentar uma vida real com Ele. E mesmo que isso lhe custasse uma vida que Ele tanto amava, Ele escolheu pagar o preço porque "assim como um só pecado condenou todos os seres humanos, assim também um só ato de salvação liberta todos e lhes dá vida." Rm 5:18 Talvez isso ainda não seja real, nem todas as pessoas viram o verdadeiro valor desse sacrifício, mas esse é o Seu maior sonho: ter a vida de todos seus filhos. Um ato tão maravilhoso de amor não merece ser desprezado, não deve ser visto como um simples sacrifício, e sim como a certeza de que temos alguém que se importa conosco, mesmo quando não vemos interesse de ninguém, que deseja a nossa amizade mesmo quando erramos e sabendo de cada um dos nossos defeitos. Ele quis passar os sofrimentos, problemas, derrotas e dificuldades que nós enfrentamos todos os dias, mesmo sendo Deus. Você já ouviu alguém mais velho dizer: "Eu sei como é porque já fui da sua idade e já passei por isso." ? Assim mesmo Jesus fala conosco. Não há algum problema, algum sofrimento ou tentação que você passe que Ele não saiba o que é, ou não tenha passado de uma forma muito pior. Ele enfrentou tentações,humilhações e dificuldades para hoje poder ajudar em qual for o problema que tivermos. Esse ato nos leva à intimidade, a escolha de poder falar com Ele a qualquer hora do dia sem precisar de nenhum esforço e poder contar com Suas palavras de conforto. Esse é o verdadeiro motivo que me leva a entregar tudo o que sou e o que tenho, porque "Ele preferiu morrer por mim do que ter que viver sem mim."

Te disseram...


Te disseram que você foi um acidente.
Te disseram que pensaram em te abortar ou até tentaram sem sucesso.
Eles te falaram que você não pertence, que ninguem se importa com você.
E que em qualquer lugar você seria o pior.
Te disseram que você não era motivo de alegria. E que seria triste para sempre.
Falaram tanto que aos poucos você foi acreditando, aceitando.

Agora, por favor, ouça a voz de Deus dizendo:

Eu te conheço desde que você não passava de um embrião. Eu te amei mesmo antes de saberem que você viria.

E no dia em que você nasceu Eu sorri.

Eu me importo com você, pra Mim você é especial.
Eu sonhei com você, para cada dia da sua vida sonhei algo especial.
Eu te fiz, fui Eu e nenhum outro, que te formei.
E eu nunca erro.
Apesar de você não perceber, Eu sempre estive aqui, sempre te amei, sempre cuidei de você.
E ainda que o mundo todo pareça não te ver,

Eu não te abandonei!

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Abraça-me - David Quinlan e Heloísa Rosa


Ouvi uma música falando sobre ser como criança e fiquei meditando, relembrei minha infância e de como certas coisas pareciam ser tão simples, sem complicações, era como se vivesse em outra dimensão, um lugar muito diferente do mundo onde eu realmente estava inserida!

E agora compreendo melhor o que exatamente significa ser como criança, não é apenas o fato da inocência, mas a realidade de viver em uma outra atmosfera, aquela onde o impossível não existe e que os sonhos são realidade, onde tudo é novo e sublime, onde impera a simplicidade, o amor e a dependência do PAI!
Ser criança é ter a esperança de um futuro, de olhar a vida com olhos curiosos, esperando por um amanhã! É não ter pressa, nem viver sufocado, ser humilde e não guardar rancor!
É pular de alegria, só porque na rua está um sol lindo para brincar e se por acaso chuver, ficar contente porque pode tomar um banho de chuva sem ter medo de ficar doente!
É não ter vergonha de dizer que não sabe ou que não conhece, é ficar empolgado porque descobriu algo novo, é não ter medo de errar, mas se errar, não ter receio de corrigir!
É viver com o coração transbordante, confiante, porque lá dentro o amor do Pai é real!
É SER TOTALMENTE DEPENDENTE DOS CUIDADOS DO PAI! E EU QUERO SER ASSIM, COMO CRIANÇA, DEPENDENDO DO MEU PAPAI!
TE AMO MEU DEUS, MEU SENHOR, MEU PAI!
“Em verdade vos digo: Quem não receber o reino de Deus como uma criança de maneira nenhuma entrará nele.” Marcos 10:15